quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Emergindo


        Assim como a superfície de um oceano penso que devemos manter a superfície de nossa mente limpas para daí permitirmos a iluminação de nossa mente podendo assim emergirmos e contemplarmos a imensidão do que nos cerca, mantendo-nos livres das superficialidades e objetos geradores do sofrimento humano (a ganância, o egoismo, a inveja, a obsessão pelo poder, o preconceito entre outros). Tendo emergido e libertado nos de preconceitos e limitadores de nosso desenvolvimento, de modo geral, podemos assim obter uma maior compreensão sobre nós mesmos e o universo no qual nos inserimos, sendo isso independente de crença ou religião que se siga.

        Limpando e libertando nossa mente, através de uma profunda meditação afim de limpar o 'lixo' (entendendo por lixo todas as superficialidades, preconceitos, e objetos geradores de sofrimento) que concentram-se na superfície de nossa mente, poder-se-á refletir sobre nós mesmos (nossas ações, pensamentos, comportamentos) e sobre nossa sociedade, objetivando superarmos uma visão centrada no 'eu' e colaborarmos ao nosso desenvolvimento e o da sociedade de um modo geral.

“Devemos manter a nossa mente assim como a superfície de um oceano limpas para permitirmos a iluminação podendo assim emergirmos e contemplarmos a imensidão do que nos cerca, mantendo-nos livres das superficialidades e dos objetos geradores do sofrimento humano.”
        
        A partir desta reflexão poder-se-á detectar e compreender um pouco mais sobre os fatores limitadores de nosso desenvolvimento e de nossa sociedade. Penso que a partir disto pode-se obter as respostas, senão parte delas, sobre os questionamentos que nos fazemos e sobre os que levantamos sobre nossa sociedade – uma sociedade sempre centrada na ganância, no egoísmo e no poder – e seus problemas.

Wandeson Ricardo

Wan Art Sci no Facebook http://www.facebook.com/pages/Wan-Art-Sci/271863496162219

Nenhum comentário:

Postar um comentário